Criptomoedas em alta com bitcoin ultrapassando US$ 7.500

jun 06, 2018

Investing.com - Criptomoedas estavam em alta nesta quarta-feira, já que a percepção do mercado melhorou e o bitcoin ultrapassava a marca de resistência de US$ 7.500.

O bitcoin era negociado a US$ 7.618,80, em alta de 2,43%, na corretora Bitfinex às 09h20, não muito distante de US$ 7.659,80, máxima da sessão.

Outras moedas virtuais se recuperavam nesta quarta-feira, com o ethereum, segunda maior criptomoeda em termos de capitalização de mercado, avançando 2,69% para US$ 604,17 na corretora Bitfinex. O ripple, terceira maior criptomoeda, subia 1,42% e era negociado a US$ 0,67019 enquanto o litecoin era negociado a US$ 121,42, alta de 3,04%.

A maioria das moedas virtuais caiu em maio depois que o Departamento de Justiça dos EUA abriu uma investigação criminal sobre a possibilidade de que operadores estarem manipulando o mercado de bitcoins. As moedas virtuais têm enfrentado dificuldades para ganhar impulso desde então, com o Bitcoin caindo 20% desde o início de maio.

O valor total de mercado das criptomoedas também estava menor, com capitalização total de mercado em US$ 344 bilhões no momento de redação desta matéria, o que se compara a US$ 335 bilhões da terça-feira.

Em termos de regulamentação, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês) nomeou sua primeira consultora sênior de criptomoedas.

Valerie A. Szczepanik trabalhará na divisão de finanças corporativas e será responsável pelas aplicações das leis de valores mobiliários dos EUA a tecnologias de ativos digitais “emergentes”, como ofertas iniciais de moedas e criptomoedas.

Enquanto isso, a empresa de negociação Susquehanna International Group planeja oferecer contratos futuros de Bitcoin e outros produtos de moedas digitais, juntando-se a outros grandes agentes do mercado financeiro.

"Acreditamos que essa tecnologia e essa classe de ativos irão mudar alguma faceta dos serviços financeiros e acreditamos que ela vai existir para sempre", disse Bart Smith, chefe do grupo de ativos digitais da Susquehanna.

À medida que as moedas virtuais crescem em popularidade, os operadores de Wall Street se apressaram em oferecer serviços de negociação de futuros.