Cotação do Petróleo cai para nível mais baixo em 2 meses, estoques dos EUA sobem

nov 01, 2018

Os preços do petróleo caíam para seu nível mais baixo em mais de dois meses nesta quinta-feira, com indicações de inchaço nos estoques de petróleo bruto dos EUA.

Elescsubiram mais que o esperado na semana passada, a Administração de Informação de Energia disse na quarta-feira.

Foi a sexta subida semanal consecutiva que viu o abastecimento interno aumentar um total de 31,9 milhões de barris durante esse período.

Os contratos futuros de petróleo bruto West Texas Intermediate para dezembro, a referência norte-americana, caiu 48 centavos, ou aproximadamente 0,7%, para US $ 64,83 por barril à partir das 8h30, tendo anteriormente atingido seu nível mais baixo desde 17 de agosto, a US$ 64,66.

Os contratos futuros de petróleo Brent, referência internacional, caíram US$ 1,13, ou cerca de 1,5%, para US$ 74,34 por barril, após atingir uma baixa de US$ 74,08, nível visto pela última vez em 22 de agosto.

Perdas foram mantidas em cheque com a iminente sanções contra o Irã, o terceiro maior produtor da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), que segundo previsãos devem levar a um mercado mais restrito.

As sanções, que devem entrar em vigor em 4 de novembro, estão sendo restabelecidos depois que o presidente Donald Trump abandonou o acordo nuclear com o Irã no início deste ano.

Em outras negociações de energia, contratos futuros de gasolina recuavam 1%, para US$ 1,751 o galão, ao passo que o óleo de aquecimento tinha queda de 1,2%,e era negociado a US$ 2,234 o galão.

Contratos futuros de gás natural avançavam 1%, para US $ 3,293 por milhão de unidades térmicas britânicas, já que investidores aguardam os dados semanais dos estoques, previstos para o final do dia.