Cotação do ouro permanece próxima à mínima de 2018

mai 22, 2018

Investing.com - A cotação do ouro estava em alta nesta terça-feira, já que o aumento do apetite ao risco a limitava os ganhos do metal precioso, mantendo-o próximo da mínima do ano, que foi atingida no dia anterior.

Às 11h17, contratos futuros de ouro com vencimento em junho na divisão Comex da Bolsa Mercantil de Nova York avançavam US$ 0,40, ou cerca de 0,03% para US$ 1.291,30 a onça troy. Na sessão anterior, caíram para US$ 1.281,20, seu nível mais fraco desde 27 de dezembro.

Notícias de que a China planeja reduzir as tarifas de importação de automóveis diminuíram as preocupações com a possibilidade de uma guerra comercial entre os EUA e o país asiático. Pequim afirmou que pode reduzir as tarifas para 15% a partir dos atuais 20% a 25% a partir de 1º de julho, enquanto as tarifas sobre autopeças serão reduzidas para 6%, a partir de cerca de 10%.

Sem maiores dados econômicos no calendário de terça-feira, os investidores aguardam a divulgação das atas da última reunião de política monetária do Federal Reserve na quarta-feira.

Investidores também aproveitam uma pausa quanto a discursos do Fed, sem aparições públicas de decisores marcadas para esta terça-feira, ao mesmo tempo em que se aquecem para o discurso de Jerome Powell, presidente do Fed, que participará de um painel de discussão sobre "Estabilidade financeira e transparência de Bancos Centrais" na conferência Sveriges Riskbank em Estocolmo, na Suécia, na sexta-feira.

As expectativas de que o banco central norte-americano irá aumentar as taxas de juros dos EUA novamente no próximo mês aumentavam a recente pressão sobre o ouro.

Taxas de juros mais altas nos EUA tendem a impulsionar o dólar e fazer com que os rendimentos dos títulos subam, tornando ativos não rentáveis como o ouro menos atrativos.

Apostas de um total de quatro aumentos de juros neste ano ultrapassaram o limite de 50% nesta semana e os mercados acompanharão de perto a reunião de 12 a 13 de junho para ver se o Fed eleva sua projeção a partir das expectativas anteriores de apenas três aumentos em 2018.

Quanto a outros metais, contratos futuros da prata avançavam 0,2% para US$ 16,560 a onça troy por volta das 11h21.

Contratos futuros de paládio estavam inalterados em US$ 990.40 a onça, enquanto a platina avançava 0,6% para US$ 905.50.

Em metais de base, o cobre avançava 1,2% para US$ 3,135 a libra com o corte de tarifas da China sustentando o otimismo com o crescimento global.