Copel avança 2% com forte crescimento do lucro no segundo trimestre

ago 15, 2018

Na parte da tarde desta quarta-feira, as ações da Copel (SA:CPLE6) operam com valorização de 2,08% a R$ 20,62, com o mercado repercutindo o balanço do segundo trimestre do ano. No período, a estatal paranaense registrou lucro de lucro de R$ 352,6 milhões.

Para a Mirae Asset, no geral o resultado foi positivo, vindo ao encontro com as expectativas, mas com um resultado financeiro melhor. Os analistas acreditam na recuperação da demanda de energia e na continuidade de redução de custos; despesas.

Para eles, a empresa está descontada em bolsa e a ação deve ser volátil nas próximas semanas, em função das pesquisas eleitorais. A corretora segue recomendando compra, com upside de 59%, apostando que o valor se recupere após as eleições.

O upside é de 59% e negocia a um múltiplo EV/ Ebitda de 4,5x e de 3,9x para 20219 de 3,9x, que é baixo.

Na avaliação da Coinvalores, os números reportados pela elétrica foram favorecidos por questões como o crescimento do mercado a fio da distribuidora, o reajuste tarifário aplicado em junho do ano passado e o maior volume de energia comercializada no mercado livre.

Ademais, a readequação do quadro de pessoal também trouxe uma contribuição positiva, que foi parcialmente compensada pelos maiores custos com compra de energia e com encargos do setor.

Assim, expurgando efeitos não recorrentes, relacionados a reversão de provisões, o EBITDA da companhia ficou estável ante o segundo trimestre de 2017 e o lucro líquido mais que dobrou na mesma base de comparação.

Resultado

A Copel encerrou o segundo trimestre de 2018 com lucro líquido de R$ 352,6 milhões, valor 133,5% superior aos R$ 151 milhões apresentados no mesmo período do ano passado. A informação consta no resultado financeiro da empresa divulgado nesta quarta-feira.

A receita operacional líquida ficou em R$ 3,6 bilhões, elevação de 13,6% em relação ao valor registrado no segundo trimestre de 2017.