Com Fomc e pesquisas, Ibovespa futuro abre sessão com perdas

set 26, 2018

O índice futuro do Ibovespa inicia a sessão desta quarta-feira em queda de 0,52% aos 78.555 pontos, em dia que é marcado pela atenção dos investidores à decisão do Fomc. Além disso, o mercado também espera a divulgação de duas pesquisas eleitorais durante o pregão.

Os índices acionários chineses fecharam em alta nesta quarta-feira depois que o MSCI disse que vai avaliar quadruplicar o peso das grandes empresas chinesas em seus índices de referência globais e com expectativas de que o FTSE Russell inclua as ações chinesas em seu índice referencial esta semana.

Os mercados financeiros vão se focar nesta quarta-feira em indícios sobre se a aceleração no crescimento econômico dos Estados Unidos levará o banco central norte-americano a aumentar o ritmo do aperto da política monetária, uma vez que é dado como certo que o Federal Reserve elevará a taxa de juros.

A probabilidade de o Fed elevar sua taxa básica de juros em 0,25 ponto percentual nesta quarta-feira, no que será o terceiro aumento este ano, é de quase 95 por cento, com base em análises de contratos de juros futuros pelo CME Group.

A maior questão é se o Fed irá remodelar sua perspectiva de política monetária para os próximos anos para levar em conta um crescimento mais forte do PIB ou se preocupações com uma possível guerra comercial global ou desaceleração econômica o levam a permanecer próximo de sua visão atual.

Além disso, o mercado também aguarda a divulgação dos estoques de petróleo dos Estados Unidos. O consenso do mercado é que o indicador aponte para uma redução de 1,279 milhões de barris, contra queda de 2,057 milhões na semana passada.

Por aqui, o dia deve ser mais uma vez marcado pela tensão com a corrida eleitoral. Duas novas pesquisas são esperadas para hoje, sendo uma na parte da manhã, do Instituto Paraná para a revista Crusoé. Na parte da tarde, o Ibope deve divulgar uma nova pesquisa, desta vez encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

A confiança do comércio no Brasil caiu em setembro e atingiu o menor nível em cerca de um ano diante das incertezas em relação à economia, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quarta-feira.

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) caiu 1,2 ponto e chegou a 88,7 pontos em setembro, atingindo o menor valor desde agosto de 2017 (84,4 pontos).

Bolsas Internacionais

Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,39 por cento, a 24.033 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,15 por cento, a 27.816 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,92 por cento, a 2.806 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,11 por cento, a 3.417 pontos.

Na Europa, com os mercados já em operação, o dia é de rumos distintos nas principais praças do continente. Em Frankfurt, o DAX tem queda de 0,25% aos 12.343,41 pontos, enquanto que em Londres o FTSE perde 0,12% aos 7.498,67 pontos. Já em Paris, o CAC avança 0,25% aos 5.492,86 pontos.

Commodities

A sessão desta quarta-feira na bolsa chinesa de mercadorias de Dalian, foi marcada pela leve valorização nos contratos futuros do minério de ferro. O ativo com data de vencimento em janeiro de 2019, o de maior liquidez, teve avanço de 0,60% a 500,00 iuanes por tonelada, o que representa uma variação diária de 3 iuanes na cotação do produto.

No caso do vergalhão de aço, com os ativos transacionados na bolsa de mercadorias de Xangai, o dia foi de queda para o produto. O contrato mais negociado, para janeiro do próximo ano, apresentou retração de 26 iuanes para um total de 4.064 iuanes por tonelada. Já o segundo ativo em volume de negócios, para maio, a queda foi de 40 iuanes para um total de 3.790 iuanes por tonelada.

Após as seguidas altas, o preço do barril do petróleo cede levemente nos mercados internacionais. O barril do tipo WTI, negociado em Nova York, recua 0,19%, ou US$ 0,14, a US$ 72,14. Do outro lado do oceano, em Londres, o Brent cai 0,25%, ou US$ 0,20 a US$ 81,06.

Mercado Corporativo

A empresa brasileira de sistemas de aprendizagem Arco precificou nesta terça-feira sua oferta inicial de ações na Nasdaq por 17,50 dólares por ação, informou uma pessoa com conhecimento do assunto à Reuters. A empresa, que só emitiu novas ações, captou cerca de 220 milhões de dólares, segundo a fonte.

A Suzano (SA:SUZB3) informou nesta terça-feira que foi autorizada pelo conselho de administração a reduzir, de 4,4 bilhões para 2,2 bilhões de dólares, o compromisso financeiro firme com bancos internacionais para financiar a compra da rival Fibria (SA:FIBR3).

Essa redução "está em linha com a estratégia e gestão do endividamento da companhia e foi possível como resultado das emissões de nota de crédito de exportação e crédito de produtor rural", em valor equivalente à 200 milhões de dólares, e da emissão de senior notes no valor de 1 bilhão de dólares, disse a Suzano em fato relevante.

Os reajustes tarifários a que teriam direito as distribuidoras da Eletrobras (SA:ELET3) que foram privatizadas pela estatal nos últimos meses serão postergados, para ocorrer após a mudança de controle das empresas, decidiu a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em reunião nesta terça-feira.

Na prática, a medida poderá tornar mais difícil a percepção pelos consumidores de descontos na conta de luz resultantes das regras definidas para o processo de venda das distribuidoras.

O governo estabeleceu que venceria a disputa pelas elétricas nos leilões realizados pela Eletrobras as empresas que se oferecessem a assumir as operações das concessionárias com a menor tarifa.

O grupo canadense Brookfield tem interesse em expandir os negócios na área de gás natural, após adquirir o controle da Nova Transportadora do Sudeste (NTS) da Petrobras (SA:PETR4)

"(A compra da NTS) foi um ótimo negócio, a relação com a Petrobras está ótima. O próximo passo no nosso investimento é expansão. Tem um mercado de gás com potencial enorme pela frente, então a nossa ideia é exatamente fazer continuação dos investimentos, não só com a Petrobras, mas com outros players privados", afirmou Martins.

A aquisição de 90 por cento da NTS ocorreu por 5,2 bilhões de dólares, em 2016, com a Brookfield liderando um consórcio.

A Petrobras ainda aguarda receber 60 milhões de reais da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) referentes à primeira fase do programa de subsídio ao diesel, do governo federal, na primeira semana de junho, afirmou nesta terça-feira o gerente-executivo de Marketing e Comercialização da estatal, Guilherme França.

Os valores dos subsídios da primeira fase, que deveriam ter sido pagos hão mais de um mês, estão em discussão entre Petrobras e autarquia.

"Houve alguns pontos de desentendimento com a ANP, e a gente está ainda em recurso administrativo", afirmou França, sem entrar em detalhes.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou nesta terça-feira ter aprovado 488,5 milhões de reais em crédito para quatro empresas do setor ferroviário.

Em comunicado, o banco de fomento afirmou que os recursos vão viabilizar a compra de 26 novas locomotivas a reformas de outras 50 e a compra de 995 novos vagões, além de investimentos na recuperação de vias e em outros equipamentos pelas empresas.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer), as 26 novas locomotivas correspondem a cerca de 25 por cento da produção média anual dessas máquinas no país nos últimos cinco anos.

Agenda de Autoridades

Após voltar de uma viagem aos Estados Unidos, o presidente Michel Temer reserva a amanhã desta quarta-feira para despachos internos. Na parte da tarde, tem reunião com

Marcus Vinícius Vieira, CEO do Grupo Record; Márcio Novaes, Presidente da Abratel, e Alarico Naves, Diretor Comercial da RecordTV. Em seguida, recebe Rubens Ometto Silveira Mello, Presidente do Conselho de Administração do Grupo Cosan (SA:CSAN3), e Henrique de Bastos Malta, Diretor da Cosan S.A.

Ainda na parte da tarde, Temer se reúne com Joaquim Silva e Luna, Ministro de Estado da Defesa; Sergio Etchegoyen, Ministro de Estado Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, e General do Exército Walter Souza Braga Neto, Interventor Federal no Rio de Janeiro, fechando o dia com um encontro com o deputado Fausto Pinato (PP-SP).

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, participa hoje da cerimônia de posse do novo diretor a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Carlos Alberto Rebello. O dia termina com uma reunião com o presidente do BNDES, Dyogo Oliveira.

Com Reuters.