Com alta do minério e do dólar, Vale e siderúrgicas voltam a se destacar na bolsa

jun 06, 2018

Investing.com - Com a nova valorização do minério de ferro nos mercados internacionais, as ações da Vale (SA:VALE3) e das principais siderúrgicas do país operam com forte valorização, estando entre os maiores ganhos do dia no Ibovespa. Aliado a isso, a constante valorização do dólar contribui para o desempenho dos ativos das companhias exportadoras.

O principal índice da bolsa paulista tem a Vale como a maior alta, com ganhos de 3,44% a R$ 55,58, seguida de Bradespar (SA:BRAP4) com alta de 3,28% a R$ 33,67.

Entre as siderúrgicas, a CSN (SA:CSNA3) tem valorização de 2,35% a R$ 9,15, com os papéis da Usiminas (SA:USIM5) registrando ganhos de 1,31% a R$ 9,27. No caso da Gerdau (SA:GGBR4), a alta é de 0,93% a R$ 16,30, com a metalúrgica do grupo somando 0,28% a 7,13.

A sessão desta quarta-feira foi marcada por uma nova valorização dos contratos futuros do minério de ferro, com data de vencimento em setembro de 2018, na bolsa chinesa de Dalian. Os papéis registraram variação diária de 8,50 iuanes, o que representa ganhos de 1,84% a 470,5 iuanes para cada tonelada da commodity.

Para o vergalhão de aço, o dia também foi positivo para os contratos de todos os vencimentos negociados na bolsa de mercadorias de Xangai. No ativo de maior liquidez, com data de entrega em outubro, teve ganhos de 71 iuanes para um total de 3.776 iuanes para cada tonelada do produto. Já o papel de janeiro de 2019, o segundo mais negociado, os ganhos foram de 58 iuanes para um total de 3.597 iuanes.