Carteira mensal da Mirae é atualizada com a entrada de BRF, Cemig, Klabin e Ultra

out 01, 2018

A Mirae Asset divulgou nesta segunda-feira a sua carteira recomenda de ações para outubro. Em setembro, o portfólio teve ganhos de 6,3%, contra avanço de 3,50% do Ibovespa, com destaque par aos ativos da Bradespar (SA:BRAP4). Foram trocados quatro dos cinco ativos: Bradespar, Hypera (SA:HYPE3), Localiza (SA:RENT3) e Randon (SA:RAPT4), por BRF, Cemig, Klabin e Ultrapar.

Os analistas esperam que outubro seja movimentado, com a expectativa dos primeiros sinais nos indicadores econômicos sobre a guerra comercial iniciada pelos EUA contra seus países parceiros, seja China, Canadá, México, Zona do Euro, entre outros e até os reflexos para países não sobretaxados.

Para o Brasil o mês será de grande importância, com quadro claro da definição da renovação política no país e já será conhecido o novo presidente e eventualmente os nomes de pessoas que irão compor seus ministérios e programas adicionais sobre o mandato de quatro anos. A corretora avalia que o viés para o Ibovespa se mostra incerto para o período, dependendo de quem ganhe a eleição, ou alguém da esquerda ou de direita e isto trará um forte impacto no comportamento do dólar, juros e mercado de ações. Para a corretora, o mês de setembro ficou representado por uma agenda econômica global pesada e um grande fluxo de notícias.

Carteira Meta: BRF (SA:BRFS3), Cemig (SA:CMIG4), Gerdau (SA:GGBR4), Klabin (SA:KLBN11) e Ultrapar (SA:UGPA3)

Carteira Dividendos: AES Tietê (SA:TIET11),Engie, Eztec (SA:EZTC3), Itausa (SA:ITSA4) e Vale (SA:VALE3)

Carteira Small Caps: BR Malls (SA:BRML3), CVC (SA:CVCB3), MRV (SA:MRVE3), Sul América (SA:SULA11) e Via Varejo (SA:VVAR11)