BTG vê Haddad em crescimento e Bolsonaro consolidado na liderança

set 19, 2018

Invesing.com - Para o BTG Pacutal, a pesquisa Ibope divulgada na noite de ontem pela Rede Globo, tiveram importantes destaques, a começar pelo salto de 11 pontos percentuais de Fernando Haddad (PT) em relação à última pesquisa. Além disso, o banco destacou o constante crescimento de Jair Bolsonaro (PSL).

Sobre Haddad, o BTG atribui o crescimento à transferência de votos que eram do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, principalmente com o início da campanha eleitoral na televisão e com a troca da chapa, quando Haddad foi definitivamente alçado para o posto de candidato a presidente. A aposta dos analistas é que o petista deve continuar subindo, a medida que sua imagem estiver mais associada com a de Lula.

A equipe do banco de investimentos destaca também o constante crescimento de Bolsonaro nas intenções de votos, embora dentro da margem de erro. Para eles, há uma tendência ascendente em seus votos. Os analistas estimam que devido ao grande número de candidatos, qualquer candidato que se aproxime dos 20% deve chegar ao segundo turno.

No relatório elaborado enviado a clientes, o BTG chama atenção para o fato de Marina Silva (Rede) continuar a perder terreno, indo de 9% para 6% na pesquisa divulgada ontem. O banco destaca que os outros candidatos variaram dentro da margem de erro, caos de Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT).

Para o BTG, apesar da estabilidade nos votos de Ciro entre as duas pesquisas, seus votos tendem a diminuir quando os próprios votos de Haddad aumentarem nas próximas semanas. Outra questão lembrada pelo banco é em relação à taxa de rejeição da Haddad, que apesar de ter subido muito (23% para 29%), ainda está bem abaixo da de Bolsonaro (42%). Isso, na visão dos analistas, é normal devido à maior exposição.

Além disso, o BTG (SA:BPAC11) também destaca que os votos de Haddad no segundo turno contra Bolsonaro cresceram 4 pontos percentuais, com os dois agora empatados com 40%.