BRF avança mais de 5%; mercado especula saída de Parente da Petrobras

mai 24, 2018

Investing.com - As ações da BRF (SA:BRFS3) operam com forte valorização de 5,74% a R$ 22,65 no começo da parte da tarde desta quinta-feira na B3. A alta do preço dos combustíveis, que pressiona a Petrobras (SA:PETR4) a rever a política de preços de reajustes pode levar Pedro Parente a deixar a estatal, abrindo espaço para que ele assuma a presidência da BRF.

Parente assumiu recentemente a comando do conselho de administração da processadora de alimentos, dividindo seu tempo entre as duas companhias. Ele foi o responsável pela adoção da política de reajuste diário de preços dos combustíveis conforme oscilação dos preços do petróleo e do dólar comercial. A decisão foi um dos fatores considerados fundamentais para a recuperação do valor de mercado da estatal.

A recente escalada dos preços acontece em um momento em que a economia brasileira ainda patina, tendo dificuldade para crescer em meio a um cenário cheio de incertezas. O déficit nas contas públicas deixa o governo sem espaço para cortar impostos sobre os combustíveis, restando com alternativa mexer na política de preços.

Ontem, Parente anunciou a redução do preço dos juros por 15 dias. Depois deste prazo, a empresa já afirmou que retomará sua política de preços, que permite ajustes diários no valor dos combustíveis. O executivo fez questão de afirmar que a decisão era empresarial.

Relatório divulgado hoje pela UBS, mais do que as perdas financeiras, poderia representar uma mudança na abordagem gerencial da atual política de preços. A dúvida que o mercado busca a resposta é se existe independência da estatal para manutenção de sua política de preços, condição imposta por Parente quando assumiu o comando da companhia.