Bolsonaro diz que pode vender parte da Petrobras; unir ministérios da Agricultura e Ambiente

jul 22, 2018

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Jair Bolsonaro, que foi aclamado neste domingo candidato à Presidência da República pelo PSL, afirmou que poderia privatizar parte da Petrobras (SA:PETR4), mas ressaltou que ainda está avaliando como isso poderia ser feito, no caso de ele ser eleito.

"A própria Petrobras, alguns braços você pode privatizar. O miolo, é cedo ainda", afirmou ele a jornalistas.

Dessa forma, supostamente, o plano de Bolsonaro poderia ser manter estatal a principal atividade da empresa, de exploração e produção de petróleo.

"Eu não posso explicar um pouco mais, porque está em fase de elaboração. Parte dela poderia ser privatizada sim, eu não quero avançar aqui em certas coisas que combinei com várias pessoas para me ajudar. E certas revelações só depois de confirmado, para não ter que desfazer lá na frente... praticamente tudo vai estar no plano de governo, não será uma peça de ficção", afirmou ele.

O candidato ainda afirmou que, se eleito, poderia unir os ministérios da Agricultura e de Meio Ambiente, pastas que registram alguns conflitos de interesses em alguns temas.

Ele disse ainda que poderia extinguir o Ministério das Cidades, e ressaltou que não aceitará negociar ministérios com políticos em troca de receber apoio para a campanha eleitoral.

(Por Marta Nogueira)