Bitcoin se mantém acima dos US$ 6.700 e evita teste de mínima do ano

jun 11, 2018

Investing.com - O bitcoin recuou na segunda-feira com preocupações de segurança pesando no sentimento dos investidores depois dos relatos de uma exchange sul-coreana ter sido hackeado.

O bitcoin caiu 1,05% para US$ 6.754,8 na bolsa Bitfinex, permanecendo um pouco acima das mínimas vistas no fim de semana de US$ 6.633,9.

O Coinrail, da Coreia do Sul, confirmou em um tuite no fim de semana que criminosos haviam roubado mais de US$ 30 milhões em criptomoedas menos conhecidas após um ciberataque bem-sucedido.

Esse sentimento negativo forçou o bitcoin à novas baixas com a moeda digital perdendo drasticamente os US$ 7.000, aumentando as apostas de que pudesse testar a mínima de US$ 6.000 tocada em fevereiro.

Alguns traders citaram o nível de preço de US$ 6.700 como suporte-chave - níveis que desencadeiam operações de compra e venda - alertando que o fracasso em manter esse nível pode fazer com que a moeda digital popular ficasse sob pressão.

A queda acentuada do bitcoin acabou derrubando todo o criptomercado, levando os traders a reduzir sua participação, o que cortou em quase US$ 50 bilhões o valor de mercado desde sexta-feira.

O total de capitalização de mercado das criptomoedas caiu para cerca de US$ 294 bilhões, contra US$ 342 bilhões na semana passada.

O ripple XRP caiu 2,67% para US$ 0,57700 na Poloniex, enquanto o ethereum cedeu 3,10% para US$ 518,88.

O bitcoin cash desvalorizou 5,36% para US$ 922,85 e o litecoin perdeu 1,99% para US$ 106,00.