Bitcoin recua, mas ainda mantém força acima de US$ 8.000

jul 30, 2018

O Bitcoin estava em ligeira baixa nesta segunda-feira, mas ainda se mantinha acima de US$ 8.000, apesar das notícias de um fundo negociado em bolsa ter sido rejeitado pelos reguladores norte-americanos na semana passada.

O bitcoin era negociado a US$ 8.148, em baixa de 0,20%, na corretora Bitfinex às 09h13.

A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês) disse na quinta-feira que não aprovaria um ETF proposto por Tyler e Cameron Winklevoss porque não estaria protegido contra manipulação.

A moeda digital subiu acima de US $ 8.000 na terça-feira, em meio a rumores de que o ETF seria aprovado, saltando quase 40% em julho. O preço do Bitcoin se manteve após a notícia, apesar da rejeição.

Criptomoedas permaneciam estáveis de forma geral. A capitalização total de mercado das criptomoedas estava em US$ 294 bilhões no momento de redação desta matéria, o que se compara ao pico de US$ 299 bilhões no domingo.

O Ethereum, segunda maior criptomoeda em termos de capitalização de mercado, recuava 0,78% para US$ 461,20 na corretora Bitfinex. O Ripple, terceira maior criptomoeda, caía 0,54% e era negociado a US$ 0,44962 enquanto o Litecoin era negociado a US$ 83,047, queda de 0,77%.

Em outras notícias, a empresa de tecnologia IBM (NYSE:IBM) lançou uma plataforma blockchain para serviços financeiros. A plataforma usa a mesma tecnologia por trás das moedas digitais para registrar transações e outros dados em uma plataforma ou rede. A plataforma da IBM, chamada LedgerConnect, é um livro-razão de blockchain de prova de conceito destinado a serviços financeiros, como processos "know-your-customer", dados de mercado, processamento de derivativos e triagem de sanções.

Outras empresas já oferecem serviços de blockchain para empresas financeiras, incluindo a R3 e alguns bancos que trabalham com tecnologia própria.

Enquanto isso, uma pesquisa da Wells Fargo (NYSE:WFC) descobriu que os investidores dos Estados Unidos não estão tão interessados em criptomoedas. Apenas 2% dos investidores nos Estados Unidos possuem bitcoin e menos de 1% planejam comprá-lo em um futuro próximo, segundo a pesquisa. Cerca de 26% dos entrevistados disseram que ficaram interessados, enquanto 72% disseram que não têm interesse em comprar Bitcoin. A pesquisa foi conduzida pela Gallup e voltada a adultos dos EUA com US$ 10.000 ou mais investidos em ações, títulos ou fundos mútuos.