BB Seguridade opera com leve ganhos após registrar queda de 12,7% no lucro

nov 06, 2018

Depois de registrar lucro líquido 12,7% menor no terceiro trimestre, a R$ 891,6 milhões, na comparação com o mesmo período do ano passado, as ações da BB Seguridade (SA:BBSE3) operam com leve valorização de 0,46% a R$ 28,28. Essa foi uma nova de queda no lucro, refletindo a combinação de fracos resultados operacionais com receitas financeiras menores.

A Coinvalores entende que os números da companhia vieram mais pressionados. Os analistas destacam que além da queda dos juros, que comprime o resultado financeiro da companhia, os números operacionais também vieram abaixo do apresentado nos últimos trimestres, com destaque para a retração nos prêmios emitidos nos segmentos de vida, rural e auto na comparação com o trimestre imediatamente anterior.

O ROE da BB (SA:BBAS3) Seguridade também foi o menor entre os reportados nos últimos trimestres, ficando em 38,1%, queda de 1,6 p.p. em três meses e de 8,3 p.p. na comparação com o 3T17.

Resultado

O volume de prêmios emitidos de seguros, previdência e títulos de capitalização somou 14 bilhões de reais de julho a setembro, queda de 11,5 por cento ano a ano. O chamado resultado operacional não decorrente de juros recuou 1,3 por cento contra um ano antes, a 742 milhões de reais.

Segundo a companhia, o declínio foi motivado em grande parte por menores receitas de corretagem, em função de menores vendas de produtos de previdência e capitalização, além de deterioração da margem operacional da BB Corretora, resultado da ênfase na venda de produtos de tíquete mais baixo.

Em outra frente, o resultado financeiro do trimestre, de 150 milhões de reais, 44,2 por cento menor ante igual etapa do ano passado, refletiu o aumento dos passivos financeiros atrelados a planos de previdência de benefício definido, em razão da forte elevação do IGP-M e da queda da Selic média.

Com isso, o retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio da seguradora desabou 8,2 pontos percentuais no comparativo anual, para 38,1 por cento.

Por outro lado, as despesas gerais e administrativas do grupo no trimestre caíram 33,9 por cento, para 5,27 bilhões de reais.