Banrisul Cartões segue Agibank, Bunge e Multilaser e adia IPO na bolsa paulista

jun 22, 2018

Investing.com - A volatilidade dos mercados de ações por todo o mundo minou a intenção de mais uma companhia brasileira de abrir capital na bolsa paulista. Agora foi a vez da Banrisul (SA:BRSR6) Cartões, que esperava realizar seu IPO em julho. Oficialmente, a divisão do banco gaúcho diz que vai esperar o resultado das eleições presidenciais para continuar com a operação.

A intenção da companhia era atingir uma avaliação de cerca de R$ 3 bilhões na B3. A Banrisul Cartões diz que ainda pretende realizar o IPO até dezembro deste ano. Em menos de uma semana, outras três empresas, a Bunge Açúcar e Álcool, a Multilaser e o banco digital Agibank com a mesma justificativa. Desta forma, todas as empresas que esperavam abrir o capital até julho tiveram seus planos postergados.

PagSeguro

Ontem, a Reuters noticiou que a oferta subsequente de ações anunciada nesta semana pela empresa de meios de pagamentos PagSeguro comprometeu a viabilidade da oferta inicial de ações do AgiBank.

A operação do Agibank, instituição financeira gaúcha com forte operação em plataforma digital, deveria ser precificada nesta quinta-feira. Os coordenadores da oferta definiram faixa estimativa de preço de 13,87 e 16,95 reais por ação.

A demanda de investidores chegou a ser de mais de duas vezes o volume ofertado, o que permitia levar a operação até o fim, a despeito da turbulência das últimas semanas nos mercados financeiros, que tirou o apetite dos investidores por ativos considerados de maior risco.

"Mas essa oferta subsequente do PagSeguro prejudicou mais", disse a fonte com conhecimento direto do assunto, sob condição de anonimato, porque não pode falar publicamente sobre o tema.

Embora não sejam totalmente concorrentes, já que a PagSeguro opera mais intensamente no mercado de meios de pagamentos, a companhia concorre em parte pelos mesmos recursos de investidores dispostos a comprar ativos brasileiros.

Com Reuters.