Skip to main content

PACOTE DEFINITIVO
para investidores e traders!

  • Ações que valem até US$ 200
  • US$ 10 para negociar cripto
  • Status Gold no seu primeiro mês\
  • Acesso à educação
  • Acesso a ideias de investimento
free shares promotion
gold-silver

Atenção aos metais

Sex, 2022-10-21 14:00

A era pós-pandemia foi caracterizada por déficits tanto do lado da oferta quanto do lado da demanda em uma série de commodities. Os preços de tudo, de combustíveis e recursos energéticos a artigos domésticos e até matérias-primas industriais, foram gradualmente elevados pela inflação. Uma classe de ativos desafiou toda a lógica nos últimos dois anos: os metais preciosos. A sabedoria convencional e o registro histórico ditariam que o ouro e a prata deveriam ter desfrutado de enormes ganhos durante esse período prolongado de incerteza econômica e pressão de preços, mas a realidade é muito diferente.

Os dois principais metais preciosos caíram quase 10% em relação aos níveis de janeiro de 2020. Embora os porquês sejam certamente interessantes, traders e investidores estão mais interessados ​​em saber para onde eles estão indo agora. Então, sem mais delongas, vamos ver o que a análise técnica diz sobre sua provável trajetória futura!

A FED com a inflação

Como todos sabemos, a pressão dos preços tem sido preocupantemente alta há algum tempo, o que deve se traduzir em preços mais altos de ouro e prata. Infelizmente para os entusiastas do ouro, porém, a política do banco central viu as coisas se desenrolarem de maneira muito diferente. A Federal Reserve tem lutado contra a inflação com uma forte postura agressiva e vários aumentos de taxas expressivos no ano passado. Após uma sucessão de aumentos de 0,75%, agora estamos ouvindo falar de um aumento total da taxa principal de 1%, com a Ferramenta CME FedWatch avaliando a probabilidade de tal movimento em 30%.

Após o relatório do Índice de Preços ao Consumidor desta semana e as afirmações de Powell, o ouro caiu abaixo de seu nível de suporte de US$1.700 a onça e atualmente ocupa uma posição precária. Os analistas agora estão observando atentamente o próximo nível de suporte principal entre US$1.680 e US$1.675, com muitos prevendo quedas sérias para até US$1.500 se esse nível for violado. Qualquer desenvolvimento desse tipo certamente sinalizaria o fim do mercado altista de três anos do ouro.

Sinais do dólar

Se você acompanhou o mercado forex nas últimas semanas, então você sabe que o dólar atingiu uma paridade histórica com o euro. Além de arrasar a competitividade das exportações dos EUA, isso resultou no aumento dos rendimentos dos títulos do Tesouro. Tirando os de 10 anos, todos os títulos do governo dos EUA agora pagam acima de 3% e com uma FED firmemente comprometida com uma política agressiva, o único caminho é a partir daqui.

Para facilidade de acesso e liquidez, os investidores preferem manter dólares americanos em vez de ouro ou prata. Sendo esse o caso, a demanda por metais preciosos certamente sofrerá em um ambiente em que o dólar consegue superar a maioria dos ativos de refúgio. Enquanto aguardamos os últimos dados da inflação no espaço do euro para ver se os aumentos nas taxas do BCE afetaram a inflação, podemos esperar muita volatilidade para o par EURUSD. Parece que o padrão de cunha descendente formado recentemente caiu e, portanto, uma reversão no curto prazo agora é improvável. Se o dólar continuar se fortalecendo em relação ao seu principal concorrente, o ouro e a prata devem esperar que a baixa demanda por metais persista.

O panorama geral

Sinais de curto prazo e padrões técnicos são, obviamente, ferramentas inestimáveis ​​para qualquer trader ou investidor, mas devemos continuar atentos à natureza “supercíclica” das commodities, do ouro e da prata em particular. Eles simplesmente não seguem as mesmas regras que a maioria dos outros ativos financeiros. Veja a crise financeira global de 2008 e o mercado altista de commodities que se seguiu: as ações atingiram seu fundo e estavam quase de volta aos níveis pré-crise um ano inteiro antes do ouro atingir seu pico de US$ 1.800 em 2011-2012, um nível que ainda está próximo uma década mais tarde.

Isso mostra que o ciclo dos metais preciosos está frequentemente fora de sintonia com os ativos de risco e, portanto, a queda dos preços das ações pode ser vista como um indicador importante do crescimento do ouro por vir. De fato, o IGCS mostra que os traders de pequeno porte estão atualmente com posições longas em ouro, com 86% dos traders atualmente mantendo posições longas. O consenso geral é que os preços do ouro e da prata se manterão relativamente estáveis ​​nos níveis atuais até que a política do banco central ou a inflação descontrolada causem uma quebra severa na economia. Então, a experiência sugere que veremos um mercado em alta de metais preciosos com duração de pelo menos 12 a 24 meses.

Vá para os CFDs de ouro com a Libertex

A Libertex oferece negociação em uma ampla variedade de instrumentos CFD, incluindo metais preciosos como ouro e prata. A Libertex suporta tanto posições longas quanto curtas e seus spreads estão entre os mais apertados disponíveis, assim como as taxas de comissão são algumas das mais baixas do mercado. Para obter mais informações ou registrar sua própria conta de negociação hoje, visite www.libertex.org/sign-up

Experimente a emoção do trading!

Registre-se numa conta demo com a Libertex e aprenda a negociar