Após balanço, BB-BI reduz preço-alvo das ações da JSL de R$ 13,80 para R$ 10,50

mai 16, 2018

Investing.com - O Banco do Brasil Investimentos (BB-BI) decidiu revisar o preço-alvo para as ações da JSL (SA:JSLG3), indo de R$ 13,80 para R$ 10,50 no final do ano. Levando em conta o fechamento sessão de ontem, o preço representa um upside de 57%. O BB-BI manteve a recomendação Outperform. Com isso, as ações da companhia recuam 2,39% a R$ 6,53.

Para os analistas do banco, o resultado divulgado hoje pela companhia de logística foi neutro, destacando que o perfil de negócios diversificado e resiliente da empresa tem impulsionado a receita, mas a geração de caixa não foi suficiente para reduzir a alavancagem financeira.

O BB-BI destaca positivamente a receita líquida consolidada de R$ 1,9 bilhão, alta de 11,2% no ano, receita líquida consolidada de serviços de R$ 1,5 bilhão, alta de 18,0% em relação ao primeiro trimestre do ano passado, e lucro líquido de R$ 25,1 milhões, contra um prejuízo líquido de R$ 18,1 milhões no mesmo período do ano passado.

Por outro lado, os investimentos líquidos totalizaram R$ 354,9 milhões nos três primeiros meses do ano contra R$ 154,5 milhões mesmo período do ano passado, um aumento de 129,9%.

Como resultado, a dívida líquida aumentou mais de R$ 1,0 bilhão e atingiu R$ 5,9 bilhões no primeiro trimestre, contra R$ 4,8 bilhões no mesmo período de 2017. Embora o custo médio da dívida tenha caído de 12,7% para 9,2%, o atual patamar de alavancagem de 4,4x da Dívida Líquida sobre o EBITDA deve ser o principal desafio para a JSL nos próximos trimestres.