Ações - Wall Street sobe com EUA suavizando posição sobre investimento estrangeiro

jun 27, 2018

Investing.com - Wall Street abriu em alta modesta nesta quarta-feira em meio a notícias de que a administração da Casa Branca adotaria uma abordagem menos severa às restrições ao investimento estrangeiro.

O S&P 500 avançava oito pontos, ou 0,30%, para 2.731,28 às 10h45 enquanto o Dow composite subia 74 pontos, ou 0,31%, e chegava a 24.357,66 pontos. O índice de tecnologia NASDAQ Composite estava em alta de mais de 21 pontos, ou 0,29%, e chegava a 7.583,57.

Os EUA usarão o Comitê de Investimento Estrangeiro nos Estados Unidos (CFIUS, na sigla em inglês) para proteger a tecnologia nacional, de acordo com um alto funcionário do governo, e não invocarão uma lei nacional de emergência sobre a China.

Papéis do setor de tecnologia estavam entre os que tinham maiores ganhos após a abertura, com Netflix (NASDAQ:NFLX) saltando 2,85%, Amazon.com (NASDAQ:AMZN) avançando 0,75% e Apple (NASDAQ:AAPL) em alta de 0,80%. Twitter saltava 2,28% enquanto Facebook (NASDAQ:FB) avançava 0,34%.

Enquanto isso, AT&T (NYSE:T) estava em alta de 1,03% após comprar uma plataforma de publicidade, enquanto Boeing (NYSE:BA) subia 1,51%.

Por outro lado, Intel (NASDAQ:INTC) caía 0,91%, JPMorgan (NYSE:JPM) tinha perdas de 0,20% e ConAgra Foods Inc (NYSE:CAG) recuava 4,71% em meio a notícias de que estaria comprando a Pinnacle Foods por US$ 10,9 bilhões.

Quanto a notícias econômicas, os pedidos de bens duráveis nos EUA caíram inesperadamente em maio, informou o Departamento de Comércio do país, ao passo que os pedidos de hipoteca atingiram a mínima de quatro meses.

Na Europa, as bolsas estavam em alta. O DAX da Alemanha subia 129 pontos ou 1,06%, o CAC 40 da França avançava 68 pontos ou 1,29% e o FTSE 100 de Londres tinha alta de 74 pontos ou 0,97%. Enquanto isso, o índice pan-europeu EURO STOXX 50 tinha alta de 31 pontos ou 0,93% enquanto o IBEX 35 da Espanha subia 37 pontos ou 0,39%.

Com relação a commodities, os contratos futuros de ouro recuavam 0,30% para US$ 1.256,10, ao passo que os contratos futuros de petróleo dos EUA avançavam 1,86% para US$ 71,86 o barril. O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, avançava 0,35% para 94,69.