Ações - Tesla, Fiat e Halliburton caem antes do pregão, Hasbro sobe

jul 23, 2018

Ações em foco antes do pregão desta segunda-feira:

• Ações da Tesla (NASDAQ:TSLA) caíam 3,74% às 09h07 depois que o The Wall Street Journal noticiou que a empresa tinha pedido a alguns fornecedores que devolvessem uma parte do dinheiro que tinha sido pago anteriormente desde 2016, alimentando preocupações sobre o fluxo de caixa da empresa. O memorando citado pelo jornal financeiro descreveu a solicitação como essencial para a operação contínua da Tesla e a caracterizou como um investimento na montadora para continuar o crescimento de longo prazo entre os participantes.

• Ações da Hasbro (NASDAQ:HAS) saltavam 8,60% pois a receita e o lucro do segundo trimestre superaram o consenso das estimativas.

• Ações da Halliburton (NYSE:HAL) caíam 1,75%, apesar dos lucros do segundo trimestre por ação terem correspondido às expectativas.

• Ações da Fiat Chrysler (NYSE:FCAU) estavam em baixa de 2,28% uma vez que a empresa nomeou seu chefe da divisão de jipe, Mike Manley, para substituir o Sergio Marchionne, executivo-chefe, que ficou seriamente doente após sofrer complicações na sequência de uma cirurgia.

• Ações da Papa John's International (NASDAQ:PZZA) caíam 6,11% pois o conselho da empresa adotou um plano de direitos dos acionistas de curação limitada para reduzir a probabilidade de uma aquisição hostil. O conselho anunciou a medida pois visa cortar os laços com o fundador John Schnatter, que usou uma ofensa racial durante uma recente teleconferência.

• Ações da Jd.Com (NASDAQ:JD) subiam 0,73% depois que seu executivo-chefe, Richard Liu, disse ao Handelsblatt que a empresa estava planejando finalizar planos para entrar no mercado europeu e abrir um escritório na Alemanha até o final deste ano.

• A LifePoint Health (NASDAQ:LPNT) disparava 33,82% após anunciar que iria se fundir com a RCCH HealthCare Partners, que é de propriedade de certos fundos administrados por afiliadas da Apollo Global Management. Após o fechamento da transação, os acionistas da empresa receberão US$ 65,00 por ação em um negócio avaliado em aproximadamente US$ 5,6 bilhões, incluindo a dívida.

• As ações da Syntel (NASDAQ: SYNT) subiram 3,63% quando concordaram em ser adquiridas pela Atos por US $ 41,00 por ação em uma transação em dinheiro avaliada em aproximadamente US $ 3,57 bilhões, incluindo a dívida líquida da Syntel.