Ações - Mercado futuro dos EUA em alta antes de dados de empregos

jun 01, 2018

Investing.com - O mercado futuro dos EUA estava em alta nesta sexta-feira, já que investidores ignoravam preocupações com o comércio e aguardavam dados econômicos.

Os futuros do S&P 500 avançavam 12 pontos, ou 0,44%, para 2.717,50 pontos às 07h44 enquanto os futuros do Dow subiam 124 pontos, ou 0,51%, e chegavam a 24.541,0 pontos. Enquanto isso, o índice de tecnologia de futuros do Nasdaq 100 tinha alta de 23 pontos, ou 0,33%, e estava em 7.000,0 pontos.

Os investidores estarão muito atentos aos dados das {{ec-227||folhas de pagamento não agrícolas}}, a serem divulgados às 09h30, na busca de quaisquer indicações sobre possíveis aumentos da taxa de juros pelo Federal Reserve. Esses dados são frequentemente vistos como um indicador da saúde da economia dos EUA e utilizados pelo Fed para um dos seus principais objetivos, o emprego.

Preocupações comerciais permaneciam nas mentes dos investidores após os EUA terem prosseguido com tarifas sobre a importação de aço e alumínio da União Europeia, Canadá e México. Canadá e México retaliaram na quinta-feira, ao passo que a União Européia também deverá responder, provocando temores de uma guerra comercial plena.

A empresa de roupas esportivas Lululemon Athletica Inc (NASDAQ:LULU) estava entre as que tinham melhores ganhos antes do pregão, saltando 7,07% após seus resultados terem superado expectativas. A empresa do segmento de redes sociais Snap Inc (NYSE:SNAP) subia 2,02% após o preço de suas ações ter sido elevado para US$ 17 pela Citron Research e a empresa de semicondutores Micron Technology Inc (NASDAQ:MU) estava em alta de 1,67%,

Por outro lado, a empresa de automóveis Fiat Chrysler Automobiles NV (NYSE:FCAU) caía 2,80% após anunciar uma parceria com a empresa de carros autônomos Waymo, ao passo que a empresa de software Workday Inc (NASDAQ:WDAY) estava em baixa de 3,14%.

Na Europa, as bolsas estavam em alta. O DAX da Alemanha subia 110 pontos ou 0,88%, o CAC 40 da França avançava 63 pontos ou 1,17% e o FTSE 100 de Londres tinha alta de 50 pontos ou 0,66%. Enquanto isso, o índice pan-europeu Euro Stoxx 50 tinha alta de 38 pontos ou 1,12% enquanto o IBEX 35 da Espanha subia 175 pontos ou 0,52%.

Com relação a commodities, os contratos futuros de ouro recuavam 0,14% para US$ 1.298,30 a onça troy, ao passo que os contratos futuros de petróleo dos EUA tinham queda de 0,45% e eram negociados por US$ 66,74 o barril. O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, recuava 0,07% para 93,88.