Ações - Mercado futuro dos EUA cai em meio a novos receios de guerra comercial

ago 02, 2018

O mercado futuro dos EUA estava em baixa nesta quinta-feira, com o ressurgimento dos temores relativos ao comércio e com investidores esperando uma enxurrada de divulgações de resultados.

Os futuros do S&P 500 recuavam 18 pontos, ou 0,64%, para 2.792,75 pontos às 07h50 enquanto os futuros do Dow operavam em baixa de 179 pontos, ou 0,71%, e marcavam 25.110,0 pontos. Enquanto isso, o índice de tecnologia de futuros do NASDAQ 100 tinha queda de 55 pontos, ou 0,76%, e marcava 7.222,0.

A incerteza em relação ao comércio continuava a pesar na mente dos investidores depois de informações de que a Casa Branca planeja propor tarifas de 25% em vez de 10% sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses importados. As duas maiores economias do mundo estiveram em uma guerra comercial durante os últimos meses, que pesou muito nos mercados.

Na quarta-feira, o representante de Comércio dos EUA, Robert Lighthizer, disse que o aumento proposto se deve à recusa da China em atender às demandas dos EUA.

A China respondeu que “a chantagem" não funcionaria e que retaliaria se os EUA continuassem a impor novas tarifas comerciais. O yuan chinês estava perto da mínima de um ano devido ao medo da guerra comercial, com o par USD/CNH avançando 0,45% para 6,8553.

A temporada de resultados continua nesta quinta-feira com CBS Corp (NYSE:CBSa), Blue Apron Holdings Inc (NYSE:APRN), GoPro Inc (NASDAQ:GPRO), Aetna Inc (NYSE:AET) e muitas outras empresas divulgando seus resultados financeiros.

Tesla (NASDAQ:TSLA) saltava 8,36% antes do pregão depois de divulgar receitas acima do esperado e em meio a desculpas de Elon Musk, diretor-geral, por seu comportamento passado. Enquanto isso, Ferrari (NYSE:RACE) subia 3,88% enquanto Logitech International SA (NASDAQ:LOGI) avançava 2,20%.

Por outro lado, Apple (NASDAQ:AAPL) recuava 0,84%. As ações da empresa de tecnologia só precisam chegar a US$ 207,50 para a empresa atingir US$ 1 trilhão em capitalização de mercado. Microsoft (NASDAQ:MSFT) caía 1,11% enquanto Boeing (NYSE:BA) recuava 0,64%.

Em notícias econômicas, os pedidos de seguro-desemprego deverão ser divulgados às 09h30 e as encomendas à indústria às 11h00.

Na Europa, as bolsas estavam em baixa. O DAX da Alemanha caía 217 pontos ou 1,71%, o CAC 40 da França recuava 43 pontos ou 0,79% e o FTSE 100 de Londres estava em baixa de 100 pontos ou 1,31%. Enquanto isso, o índice pan-europeu EURO STOXX 50 tinha queda de 44 pontos ou 1,25% enquanto o IBEX 35 da Espanha caía 122 pontos ou 1,25%.

Com relação a commodities, os contratos futuros de ouro recuavam 0,23% para US$ 1.224,80 a onça troy, ao passo que os contratos futuros de petróleo dos EUA caíam 0,84% e eram negociados a US$ 67,09 o barril. O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, avançava 0,31% para 94,75.