Ações - Futuros estável enquanto investidores esperam dados de emprego

out 05, 2018

Os mercados de futuros americano apontavam para uma abertura estável em Wall Street, enquanto os investidores aguardavam pelo relatório mensal de empregos na sessão, e os rendimentos do Tesouro continuavam a subir.

Os futuros do S&P 500 caíam mais de meio ponto, ou 0,03%, para 2.907,0 pontos às 07h45 enquanto os futuros do Dow subiam 7 pontos, ou 0,03%, para 26.659,0 pontos. Enquanto isso, o índice de tecnologia de futuros do NASDAQ 100 tinha queda de 12 pontos, ou 0,17%, e marcava 7.501,50 pontos.

A referência dos títulos do Tesouro dos EUA com vencimento de 10 anos manteve-se perto de níveis não vistos desde 2011, depois que dados econômicos otimistas e comentários agressivos do presidente do Fed, Jerome Powell, cresceram as expectativas de um aumento da taxa de juros em dezembro.

Enquanto isso, o relatório de emprego de setembro estará em foco quando for lançado às 9h30.

A empresa de maconha medicinal Tilray Inc (NASDAQ:TLRY) estava entre os principais ganhadores antes do pregção, subindo 3,73%, enquanto a empresa de mídia social Snap Inc. (NYSE:SNAP) aumentava 2,89%, o site chinês de comércio eletrônico Jd.com Inc Adr (NASDAQ:JD) avançava 0,21% .

Em outras ações, Tesla (NASDAQ:TSLA) caía 2,42% depois que o CEO Elon Musk criticou a Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos (SEC, sigla em inglês) em uma mensagem controversa no Twitter nesta quinta-feira, enquanto o Facebook (NASDAQ:FB) avançava 0,18% e Rio Tinto ADR (NYSE:RIO) caíam 2,40%.

Na Europa, as bolsas estavam em baixa. O DAX da Alemanha caía 72 pontos ou 0,60%, o CAC 40 da França recuava 18 pontos ou 0.34% e o FTSE 100 de Londres estava em baixa de 44 pontos ou 0,60%. Enquanto isso, o índice pan-europeu EURO STOXX 50 tinha queda de 10 pontos ou 0,30% enquanto o IBEX 35 da Espanha caía 44 pontos ou 0,48%.

Com relação a commodities, contratos futuros de ouro avançavam 0,34% para US$ 1.205,70 a onça troy, ao passo que contratos futuros de petróleo dos EUA subiam 0,34% para US$ 74,58 o barril. O índice dólar, que mede a força da moeda americana frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, avançava 0,10% para 95,53.