Ações - Futuros em leve alta enquanto investidores observam o comércio, Apple

set 12, 2018

O mercado de futuros subiam ligeiramente nesta quarta-feira, com os investidores observando a evolução da guerra comercial entre os EUA e China e esperando pelo lançamento do mais recente smartphone da Apple.

Os futuros do S&P 500 subiam 1 ponto ou 0,05% para 2.891,25 a partir das 7h50 enquanto os futuros do Dow subiam 10 pontos, ou 0,04%, para 26.012,0 pontos. Enquanto isso, o índice de tecnologia de futuros do NASDAQ 100 avançava 14 pontos, ou 0,19%, para 7.526,50 pontos.

Os investidores estão acompanhando de perto a evolução do comércio após o o presidente Donald Trump ameaçar na sexta-feira a imposição de tarifas sobre quase todas as importações chinesas, ou cerca de US$ 467 bilhões em bens.

A China planeja pedir permissão à OMC para impor sanções aos EUA em uma reunião na próxima semana. Autoridades chinesas haviam declarado anteriormente que retaliariam qualquer movimento comercial de Washington.

As ações da tecnologia estarão em foco na quarta-feira, já que a Apple (NASDAQ:AAPL) deverá lançar o seu mais recente modelo de smartphone. As ações da gigante de tecnologia subiram 0,55% nas negociações pré-mercado. Enquanto isso, a Amazon.com (NASDAQ:AMZN) subia 0,53% enquanto a Tesla (NASDAQ:TSLA) avançava 0,88% e a Netflix (NASDAQ:NFLX) avançava 0,43%.

Por outro lado, a empresa de semicondutores Micron Technology Inc (NASDAQ:MU) caía 3,44% e a Nokia Corp (NYSE:NOK caía 1,12%.

Com relação a notícias econômicas, o índice de preços ao produtor deverá ser divulgado às 09h30 com analistas esperando um aumento de preço de 3,2% em relação ao ano anterior.

Na Europa, as bolsas estavam em diferentes direções. O DAX da Alemanha subia 21 pontos ou 0,18%, o CAC 40 da França recuava 25 pontos ou 0,49% e o FTSE 100 de Londres estava em baixa de 13 pontos ou 0,18%. Enquanto isso, o índice pan-europeu EURO STOXX 50 avançava 2 pontos ou 0,07% enquanto o IBEX 35 recuava 11 pontos ou 0,12%.

Com relação a commodities, contratos futuros de ouro recuavam 0,03% para $1.201,80, ao passo que contratos futuros de petróleo dos EUA avançavam 0,81%, para $ 69,81 o barril.

O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, avançava 0,04% para 95,09.