Ações das Lojas Renner avançam antes da divulgação de balanço

mai 03, 2018

Investing.com - As ações das Lojas Renner (SA:LREN3) são negociadas em alta de 1,15% a R$ 32,49, no dia em que a companhia divulgará as demonstrações financeiras do primeiro trimestre de 2018. A estimativa do Banco do Brasil (SA:BBAS3) Investimentos é que a receita líquida da companhia seja de R$ 1,58 bilhão, representando crescimento de 12,2% na base anual. Já a aposta para a margem Ebitda ajustada é de R$ 224 milhões, alta de 17,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

Para os analistas do banco, apesar de positivo, as vendas do primeiro trimestre ainda devem apresentar um crescimento menor do que os 13,3% registrados no primeiro trimestre de 2017. A avaliação é que o maior trafego de clientes nas lojas demonstra uma tendência positiva, principalmente por um período com temperaturas mais elevadas do que o comum, o que pode impactar no aumento das vendas.

No ano passado, a coleção de outono foi lançada duas semanas antes do que em 2018. Quanto à rentabilidade, projetamos um aumento da margem bruta de 80 pontos base na comparação anual, para 60,6%, com base em um cenário competitivo e um impacto positivo da taxa de câmbio sobre os itens importados.

Já a margem EBITDA ajustada deve aumentar no mesmo ritmo da margem bruta, cerca de 90 pontos base no ano, para 16,3%. Já para a margem líquida o BB-BI estima um aumento de 70 pontos base na mesma comparação para 6,1%.

O banco também destaca que espera que as despesas financeiras liquidas fiquem em linha com o quarto trimestre do ano passo, em R $ 14 milhões.

O BB-BI ressalta que a Lojas Renner começou a transferir seus produtos financeiros para sua própria instituição financeira no segundo trimestre de 2017, o que pode fazer com que a base de comparação entre os primeiros trimestres de 2017 e 2018 seja distorcida.

No fim de abril, o BB-BI atualizou o preço-alvo de Lojas Renner de R$ 47,00 para R$ 45,60, mantendo a recomendação Outperform.