Ações da Braskem saltam mais de 5% e se destacam no Ibovespa

mai 10, 2018

Investing.com - As ações da Braskem (SA:BRKM5) operam com forte valorização na jornada desta quinta-feira na B3, com avanço de 5,15% a R$ 46,51, estando entre as maiores altas do Ibovespa. O mercado repercute o balanço da companhia que trouxe queda no lucro líquido de 42% a R$ 1,05 bilhão nos três primeiros meses do ano.

A receita líquida ainda cresceu 3 por cento tanto nas comparações sequencial e anual, para 13 bilhões de reais. Mas o resultado operacional medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) somou 2,65 bilhões de reais, 26 por cento menor do que de um ano antes.

Por outro lado, a petroquímica avalia que já chegou o momento mais propício para iniciar longas discussões com a Petrobras (SA:PETR4) sobre contrato de fornecimento de nafta da petrolífera para a petroquímica, que vence no final de 2020.

"Essa discussão de renegociação do contrato de nafta deve acontecer a partir de agora, começou o período em que já começa a fazer sentido...Não pretendo deixar para a última hora", disse o presidente da Braskem, Fernando Musa, em teleconferência com jornalistas.

Segundo ele, prazos de cinco anos, como o do atual contrato acertado em 2015, são "relativamente curtos" para garantir sustentabilidade da eficiência das operações da Braskem, mas ele evitou comentar qual prazo a petroquímica vai buscar quando iniciar as conversas com a Petrobras.

A Coinvalores entende que o resultado foi abaixo do esperado por conta de uma série de paradas não programadas, realizadas em função, principalmente, do inverno mais rigoroso nos Estados Unidos e da interrupção do fornecimento de energia aqui no Brasil, em março. Com isso, o nível de utilização da capacidade instalada foi menor, fato que aliado à expressiva alta nos custos com matéria prima pressionou a margem.

No entanto, a corretora destaca que a demanda seguiu em franca recuperação, com alta de 7% no mercado interno, frente ao primeiro trimestre do ano passado, e a o spread de resinas seguiu em trajetória de alta, tanto aqui quanto lá fora. Destaque também para a robusta geração de caixa livre no trimestre, que atingiu R$ 1,8 bilhão, frente aos R$ 423 milhões registrados há doze meses.