Ações - Contrastes em Wall Street após cúpula entre EUA e Coreia do Norte

jun 13, 2018

Investing.com - Wall Street estava em ligeira alta nesta quarta-feira, já que investidores aguardavam notícias da reunião de política monetária do Fed.

O S&P 500 avançava dois pontos, ou 0,07%, para 2.788,88 às 10h40 enquanto o Dow composite subia 31 pontos, ou 0,12%, e atingia 25.351,83 pontos. O índice de tecnologia NASDAQ Composite estava em alta de mais de 12 pontos, ou 0,17%, e chegava a 7.716,76.

Espera-se que o Federal Reserve aumente as taxas de juros às 15h00 ao encerrar sua reunião de política monetária de dois dias. Com o aumento da taxa quase totalmente precificado, os investidores vão se debruçar sobre as projeções do Fed para as taxas de juros, conhecidas como “dot-plot”, na busca de sinais de mais aumentos nas taxas de juros.

As expectativas de quatro aumentos de juros em vez de três cresceram em meio à alta da inflação e ao fortalecimento da economia.

Netflix (NASDAQ:NFLX) estava entre as empresas com maiores ganhos após a abertura, subindo 1,33% depois que o Goldman elevou seu preço-alvo, ao passo que Time Warner Inc (NYSE:TWX) saltava 3,60% após uma decisão judicial favorável à sua fusão com a AT&T (NYSE:T), que recuava 4,13%.

Tesla (NASDAQ:TSLA) tinha ganhos de 0,29%, ao passo que Twitter avançava 0,90% e a empresa do segmento de redes sociais Snap estava em alta de 2,34%.

Papéis do setor financeiro estavam em baixa, com o H&R Block (NYSE:HRB) caindo 19,00% após a empresa afirmar que espera que suas margens encolham, ao passo que HDFC caía 1,59%.

Na Europa, as bolsas estavam majoritariamente em alta. O DAX da Alemanha subia 44 pontos ou 0,35%, o CAC 40 da França avançava 10 pontos ou 0,20% e o FTSE 100 de Londres tinha alta de 25 pontos ou 0,33%. Enquanto isso, o índice pan-europeu Euro Stoxx 50 tinha alta de sete pontos ou 0,22% enquanto o IBEX 35 da Espanha recuava nove pontos ou 0,10%.

Com relação a commodities, os contratos futuros de ouro avançavam 0,03% para US$ 1.299,80, ao passo que os contratos futuros de petróleo dos EUA recuavam 0,63% para US$ 65,94 o barril. O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, recuava 0,13% para 93,70.